Saturday, December 18, 2010

lindo

Do Jak and Jil

Tuesday, October 12, 2010

toda vez em L.A


O meu lugar preferido para comer em L.A é o Urth Cafe, tanto o de Santa Monica quanto o da Melrose.
E eu sempre peço esse Blended Green Tea with boba. Pq boba são essas bolotas gelatinosas super estranhas que não sei pra que servem mas me divirto horrores tomando.

Sunday, October 03, 2010

The Drums + Surfer Blood


Vi as 2 bandas que eu ainda não tinha visto e queria ver esse ano na mesma noite, no lugar de shows que eu mais gosto em L.A: The Music Box- Henry Fonda Theater. (Vi o Calvin Harris lá há uns 2 ou 3 anos- post aqui).
Checked and approved.

The Drums



Surfer Blood

Sunday, September 26, 2010

Band of Horses @ Greek Theater (L.A)



Obs: O Greek Theater fica em um morro, em cima do bairro lindo Los Feliz. É um teatro aberto lindo cercado de árvores gigantes. E para chegar lá o melhor caminho e subindo a N Vermond Ave, que é cheia de restarantes, brechós e tem a livraria mais legal de L.A (Skyline).

Tuesday, September 21, 2010

Cookie Forever


O Rodrigo, meu amigo que me faz engordar uns 2 kilos POR DIA que passo com ele em NY, me levou pra comer o melhor cookie do mundo, da Levain. E ele tem razão. É o melhor do mundo mesmo. A Levain é uma portinha, bem pequena por dentro. Fica uma muvuca.

O segredo é pedir quentinho, saído do forno, porque aí o recheio vem derretendo.
O Rodrigo e a Dani comeram o Chocolate Chip Walnut. E eu comi essa 8a maravilha do mundo, de dark chocolate com Peanut Butter. E MORRI.

NY bombação fofa


Ruas preferidas com milhares de lugares pra andar, beber, comer, ouvir música, tomar sorvete, ver gente bonita, etc etc a noite em Manhatan: Bleecker e Cornelia St.

Restaurante fofo: Cornelia Cafe.

Wednesday, September 08, 2010

Top TV da infância

Setembro é a época em que começam as novas temporadas das séries na TV americana. Por isso nesse mês saem edições de revistas especiais "TV issue", como a Rolling Stone. A Nylon chamou algumas pessoas para contarem quais os momentos mais inesquecíveis da TV na vida delas.
Eu fiquei relembrando e elegi os meus momentos e fases. Meio por ordem alfabética, começando pela minha infância.

1- Programas infantis

Teve o Bambalalão, que eu gostava muito. Com a Gigi e a Silvana.
Depois o Atchim e Espirro, que dava pra ir até, e eu tive umas amiguinhas que foram e sempre fui meio frustrada por não ter ido.
Mas aí veio o Balão Mágico, que mudou tudo. Eu queria muito ser a Simony (passou depois graças a Deus), tinha uma queda pelo Mike, e achava muito muito foda eles serem amigos de uma turma tão eclética como Fabio Jr, Fofão, Roberto Carlos, Baby Consuelo, extraterrestres e tal.


Eu lembro muito do desenho do Godzilla, talvez porque eu tinha um pouco de medo.
Depois veio Xuxa e Paquitas e Mara Maravilha que era tosquinha mas eu gostava porque ela era de SP e as paquitas dela pelo menos não eram tão loiras e perfeitas. Eu me identificava um pouco mais.


2- Clip Trip/ Rock in Rio
Foi o 1o programa de clipe que eu vi na vida. Passava Jump do Van Halen todo dia e ACDC.



Foi meio na época do 1o Rock in Rio. Eu era bem pequena, amava os cabelos do B 52's, achava que o Fred Mercury parecia meu pai pq os 2 tinham um bigode parecido. Mas quem me encantava mesmo era a Nina Haagen. Eu achava ela louca e linda porque ela tinha cabelo rosa. Pensando hoje, a Nina Haagen foi a Mari Moon da minha infância.



Como eu sou esperta desde pequena, descobri que o rei também era fã da Nina Haagen viu?



3- Armação Ilimitada
Juntaram os homens mais gatos do mundo- Bacana, Juba e Lula- vida de surfista, uma casa incrível, as meninas mais legais Zelda e a amiga dela e uns roteiros incrivelmente espertos. Eu lembro de esperar TENSA pelo dia de um episódio novo.


E como era legal a maneira como eles mostravam as relações e as pessoas diferentes do padrão.
A Zelda namorava o Juba e o Lula ao mesmo tempo! E TUDO BEM.
Os dois eram loucos por ela porque ela era linda e inteligente sem ser o estereótipo de menina do Rio.
A Ronalda era gordinha, sexy, feliz e foi mãe solteira. De um ET.
O Juba e o Lula adotaram um menino. Todo mundo era feliz. E a história era narrada pela rádio!

OLHA O COMEÇO DESSE VIDEO POR FAVOR


Engraçado perceber que pra sempre meus programas preferidos de Tv seguiram mais ou menos esse padrão infantil. Sempre uma menina que eu queria ser, um menino que eu queria namorar, um lugar ou uma história meio louca que eu nunca ia viver mas achava legal.

(Continua com os programas da minha adolescência)

Tuesday, August 24, 2010

Wednesday, July 07, 2010

Obrigada Deus

Monday, June 28, 2010

Querofériasfeelings#

Cinderela


Na próxima vida eu quero nascer fina, mocinha, gostando de usar salto.
Nessa vida eu nasci pé no chão demais. Aí eu perco a chance de usar umas coisas assim, como as que eu experimentei nos últimos dias:

Ankle com o couro mais gostoso do mundo e salto prateado da NK Store.

Ankle da Juliana Jabour (na Surface to Air). Eu amo a do meio.

Buckle Show da Surface to Air. Não chegou na Loja, mas na Surface da França tem uma de oncinha também. AAAAAAAAH.

Thursday, June 17, 2010

Popload Gig Cult- Mark Lanegan


A Popload Gig - festival que trouxe Friendly Fires, No Age, Matt&Kim, e agora Girls e MEN para o Brasil- também quer trazer algumas bandas "não- novas" e para isso lançou sua edição Cult.

O primeiro show do Popload Gig Cult vai ser Mark Lanegan, 5a feira dia 24/06 no Comitê, em SP.

Esse é o cartaz lindo de morrer que a Dani Hasse fez para o show:
E esse aqui é o Mark:

Tuesday, June 15, 2010

Foi Assim #PoploadGig


Pra quem perdeu o Popload Gig em SP, RJ e POA, olha uns momentos bons aí:

* MEN, a banda de gente mais legal e simpática do mundo:



* Girls no Rio. Galera invadiu.


* Eu queria muito um vídeo de True Love Will Find You in the End. Cover do Daniel Johnston que o Chris só tocou em pouquíssimos shows muito especiais até hoje. Se alguém filmou, me manda por favor.

* E do backstage, os momento em que eu vi eles mais felizes na semana que passaram no Brasil:

Girls na Lapa, no samba...

E na praia.


* O próximo Popload Gig é dia 24/junho, 5a, com Mark Lanegan, no Comitê, em SP. Pra saber mais: www.twitter.com/poploadgig

Saturday, May 29, 2010

Saldo da Amoeba

Na última passada na Amoeba em L.A - minha loja preferida de música- resolvi focar na sala de DVDs musicais:
* Dos acima, o que eu mais quero ver é "I need that record", documentário sobre a indústria de discos e o do Mike Patton com John Kaada (2o na fileira de cima).

* Doc do White Stripes, eu tinha baixado mas quis ter bonitinho.

* "Visual Rocks" é sobre a produção de clips, com testemunhos de vários diretores.


* Daniel Johnston eu já vi, quase morri e escrevi aqui.
* "Spend an evening with Saddle Creek" conta a história do selo de mesmo nome e do Conor Oberst.
* "Greendale" é o filme feito pelo Neil Young

Ficaram alguns para trás, mas os de cima garantem um bom tempo de inverno feliz em baixo do edredon.

Thursday, May 06, 2010

Girls covers Daniel

Entre as dezenas de covers do Daniel Johnston que fiquei vendo enquanto escrevia o post abaixo, essa cover do Girls é uma das mais fofas.

* O Girls toca na Popload Gig em Junho em SP, Rio e POA.

Monday, May 03, 2010

True love will find you in the end



*Se eu fosse resumir a vida do Daniel Johnston, sem entrar no mérito da importância dele para a música, eu falaria que Daniel Johnston foi uma criança absurdamente criativa e lindinha, daquelas que a gente pensa que poderia ser nosso filho.

Virou um jovem engraçado, artista e meio esquisito, daqueles que a gente poderia ter de amigo.

E como adulto, um compositor genial. Apaixonado e carente. Louco e consequentemente com um grande potencial para fazer cagadas na vida. Mas as vezes ele ainda parecia a mesma criancinha fofa. Só que triste.

* Daniel ficou muito tempo internado. Hoje em dia ele faz shows pelo mundo em fases em que sua saúde mental está mais estável. Ele cantando "True Love...", há 2 anos em Washington DC.:


* Os desenhos dele são capas das K7 originais que ele distribuía, viraram exposições, brinquedos e Kurt Cobain e mais um monte de gente usou no peito:



* Durante o documentário "The Devil and Daniel Johnston" sobre a vida dele, a gente fica com muita pena por essas doenças de cabeça existirem.
A gente tem vontade de pegar ele no colo e de decorar todas as letras de músicas apaixonadas que ele escreveu na vida. E de pendurar todos os desenhos dele na parede de casa.

Sunday, April 25, 2010

Julian Casablancas @ Coachella

Existe UM cara que pode usar jaqueta de couro embaixo do sol de 40 graus do deserto, brinco de pena e o corte de cabelo mais estranho do mundo e tudo bem. Tudo ótimo.
Julian mandando melhor do que todo mundo esperava, soltinho e divertido.
Sit me down. Shut me up. I'll calm down. And I'll get along with you

Saturday, April 24, 2010

Faith No More @ Coachella 2010

* SIIIIIM, eu saí antes do fim do super show do Hot Chip pra ver o Faith no More DE NOVO.
E vou sair de qualquer show pra ver Faith no More o resto da vida.
Toda vez que vejo eles eu morro de alegria.

* Mesmo nos EUA, onde o público não dá a menor bola para eles e o show acaba sendo bem menos empolgante do que os do Brasil. O próprio Mike Patton perguntou para a platéia se estava tudo bem.
O bom desse pouco caso é que o Main Stage ficou incrivelmente vazio comparado com outros shows nesse horário e dava pra ver o show de pertinho (aconteceu a mesma coisa no Pavement).


* E porque eu sou uma menina de muita sorte, dos 4 Coachellas que eu fui, em 3 deles vi show do Mike Patton. Em 2007 com Peeping Tom, em 2009 com Hazel e esse ano, sonho da vida, com Faith No More.

(Os videos dos shows do Mike Patton nos anos anteriores estão nos posts com tag do Coachella)

Friday, April 23, 2010

Coachella 2010- Day 1


* Céu azul, horizonte limpo, vista dos topos das montanhas lá longe com (inacreditável) neve, restaurantes da pacata Palm Springs com público de média etária de 76 anos, ar seco de doer, carros conversíveis sendo guiados por velhinhos de chapéu.
Palm Desert, Palm Springs e Indio continuam iguais.

* Mas meu 4o Coachella começou com o susto do trânsito pra chegar e das muvucas nas tendas, chatices causadas por um público 25% do que no ano passado, pelo que ouvi lá.

* Nem sou tão fã da Zooey Deschanel, mas ela é linda mesmo e sua voz segurou o Outdoor Stage.



* Dos shows já esperados, Passion Pit fez o que pôde com um som completamente errado, absurdamente baixo. LCD ótimo mais uma vez, mesmo saindo de uma tenda e indo para o muito mais difícil Main Stage.



* Supresas boas do dia: Calle 13 e The Specials. Envelhecer bem é uma arte.



* No 1o dia eu me irritei com a lotação e falei que era meu último Coachella. Mas no 1o show ao ar livre, com o sol no fundo e o povo todo feliz, eu já engoli a birra e mudei de idéia.Uma coisa que eu adoro do Coachella é a educação das pessoas.

* Mesmo com a lotação desse ano, é muito difícil ver uma briga, assalto (eu nunca vi) ou alguém sendo mal educado. talvez por ser California, onde todo mundo sorri e toma sol, talvez porque a maioria das pessoas viajou algumas horas de carro para chegar, no meio do deserto, e quando chega lá só quer ser feliz.

Monday, April 12, 2010

Sunday, April 04, 2010

NY- Tim Burton Fail e brunch



Se vc tiver em NY e quiser ver a exposição do Tim Burton no Moma, RESERVE antes online. Senão você não entra e vai embora com cara de bobo.

Se isso acontecer e for um domingo, vá tomar um brunch no The Wright, restaurante novo do Guggenheim.
Eu fiquei olhando os pratos de todo mundo e pra mim os melhores foram:

O sanduíche de Salmão no pão integral com salada

eggs benedict:
Quando você conseguir não olhar para os pratos lindos, repare nas linhas recortadas do teto e leia a cartinha que vem junto com o cardápio que explica a inspiração do arquiteto Andre Kikoski para fazer o lugar.

Site do The Wright com fotos e cardápio aqui.

Tuesday, March 30, 2010

Minha Mixtape no Don't Touch My Moleskine


A Dani Arrais, do Don't Touch My Moleskine que é um dos meus blogs preferidos me convidou pra fazer uma mixtape. Eu escolhi como tema viagem de férias. E lembrei das fitas k7 que eu gravava na adolescência. Quem quiser ouvir, tá aqui.

Saturday, March 27, 2010

choco chics


Chocolates do Whole Foods Market.

As embalagens são lindas e cheias de desenhos e histórias fofas sobre o produto, como ele foi feito, por quem, de onde vem o cacau orgânico, etc.
Dá aquela sensação que foram artesanalmente produzidos um por um, por uma vózinha numa casa de campo. E que nem engordam.
Resultado, eu compro um monte. No fim das contas os 2 primeiros que vem em caixas são bem ruins. O de baixo é uma delícia. Quando eu experimentar as balinhas eu conto.

Monday, March 22, 2010

amiga que gosta da gente

A Renata Simões, apresentadora do programa Urbano do Multishow (e gente boa e linda) indicou a gente em uma entrevista para a revista da TV do jornal O Globo de ontem, domingo. Olha que fofa.
(Quem viu e me mandou foi a Flávia Durante, dona da festa Make Me Up que acontece na Alley e vai aparecer no Urbano)

Sunday, March 21, 2010

Bichos

Como faz pra sair das fast fashions dos Estados Unidos sem nenhum bichinho? Não dá.
A Forever 21 e a Topshop tem todos os animais do mundo nas coleções de acessórios.

Dica pra quem for pasar por lá: Vá na Forever 21 antes porque as coisas são super parecidas e tem mais variedade e muito mais barato.

Voltei pra casa com meu zoológico.
Os brincos de girafa e do Bambi:


Anéis de cobra e elefante:


E o meu preferido:

Friday, March 19, 2010

Choremos juntas


Foi se o tempo em que o Brasil era o país pra comprar sapato.
Achei uma bota do Studio TMLS que eu já estava namorando e custa R$550 no Brasil por US$140 na Topshop (exatamente a mesma, made in Brazil).
E as fast fashions queridas tem sapatos lindos muito muito baratos.
Ankle de US$30 na Zara

(Acho que) US$29 na Forever 21.

Wednesday, March 17, 2010

Cosmetic descontrol -parte 2

Continuando meu fim de semana-compras-de-mocinha-compulsiva em NY.
Cansei de ver unhas neons e "cheguei" e to numa fase pastel e bege/cor da pele (me recuso a falar nude). Deve durar no máximo 2 semanas mas ok. Não tiro a Chanel Particuliere da unha faz 1 mês.
Então esses foram os esmaltes nuevos comprados nesse fds: (Comprei mais 2 da Urban Outfitters mas tão perdidos em algum lugar da mala. )
*O 1o da Essie e o 2o da Chanel são mais rosinhas do que estão na foto.

*O Chanel é o Allegoria, parecido com o Ballerina.
Obs: As vezes me divirto com minha futilidade de comparar tons de esmaltes parecidos, aí eu descubro um FORUM de discussão sobre as cores Ballerina e Allegoria. tem gente bem mais profissa do que a gente acha né.

*O 3o é um Caramelo lindo da Urban Outfitters.

* Mas meu xodó, amor da vida, cor mais linda que eu já vi, é esse Orgasm da Nars. um rosa meio cintilante dourado. A foto não faz jus. No site dá pra ver um pouco.
Vontade de passar um em casa unha.


Tuesday, March 16, 2010

O dia em que eu virei mocinha

* Sei lá porque, eu comecei a usar maquiagem só no ano passado. E comecei a curtir fazer um olho preto rock n roll antes de sair a noite. Mas era basicamente isso. Quem me conhece sabe que eu não uso nada de maquiagem de dia. Sou mor preguiçosa e odeio ter que tirar depois. Maaaas quem me conhece também sabe outra característica feminina minha: compradora compulsiva sem bom senso.

* Juntem as 2 coisas e o resultado é que em 2 dias em NY eu comprei maquiagem o suficiente pra fazer a Lady Gaga por 1 ano.
E tô bem orgulhosa com minhas escolhas que eu contei para s amigas entendidas e elas já me deram parabéns pela criteriosa seleção intuitiva.

* Descobri que eu um dia de chuva eu amo a Saks e as maquiadoras de lá. Esse lance de te maquiarem é uma vantagem sobre a Sephora que tá sempre lotada e as vendedoras ocupadas. A maquiadora da Nars da Saks me deixou tão linda que eu comprei tudo aí da foto de baixo que ela passou na minha cara. (Detalhe que qdo ela falou que tinha sonho de vir pro Brasil eu ainda convidei ela pra ficar na minha casa se ela me maquiasse todo dia).

Na foto:

1- Corretivo Cle de Peau: eu já tinha ouvido falar muito e é mesmo bom. A maquiadora falou que ajuda muito passar hidratante logo antes pra ele deslizar melhor e não craquelar. Ele custa absurdos US$70 mas ela jurou que dura mais de 6 meses, usando todo dia. Com a frequência que eu lembro de passar, o meu vai durar até a Copa de 2014.

2- Pó bronzeante Laguna, Nars

3- Blush Deep Throat, Nars. Adoro os nomes pornográficos da Nars. Achei esse blush mais rosado que o Orgasm, que é mais famoso.

4- Mini Lápis de olho beige da Sephora, porque as vezes ainda acho meu marrom escuro e quero um lápis bem levinho.

5- Lápis de olho azul marinho da Sephora. Porque as vezes quero mais cor no olho, e eu tenho um azul claro que acho que me deixa com cara de louca. Vamos ver se é o tom de azul.

6- Orgasm illuminator, Nars (em cima de tudo). Só comprei porque a Thais mandou. Nem sei usar. Seja o que Deus quiser.

Aí os batons:
Na ordem da foto:
1- Primer de boca da Mac, porque minha boca está sempre descascando e o batom fica todo em pedacinho horrível. Vamos ver se passando primer antes, resolve.

2- Honolulu Honey, Nars. Eu tento batons rosa, vermelho etc mas o bege é o que eu mais gosto em mim. A maquiadora passou esse batom com o 3- gloss Chihuahua em cima, e ficou demais.

4- Viva Glam Lady Gaga, Mac. Ah, legal ter um batom da Lady Gaga edição limitada vai.

5- Ever Hip, Linha Liberty of London, Mac. As embalagens dessa linha sNao liiindas.

6- Peachstock, Linha Liberty of London, Mac. Mais um bege.

7- Beigeland, Mac. Ops, outro bege. Mas esse é da linha novinha de Spring da Mac e pareceu que foi feito pra minha boca.

Do pescoço pra cima foi isso. Ainda tem os esmaltes que eu posto depois.
Se alguma amiga caridosa tiver O dom, vai lá em casa me ensinar direito a usar minha caixa de ferramentas novas, please.

Sunday, March 07, 2010

The September Issue, o doc

* Quando acabei de ver September Issue- doc sobre a realização da edição de setembro daVogue America- minha primeira reação foi me arrepender de jogar fora todas as Vogues de setembro que já tive. Porque elas começam a ser feitas mais de 6 meses antes. Muita gente sofre. E muita foto linda não é usada.

* O filme tem umas breve tentativas de mostrar o lado humano, as motivações, os momentos de tédio, além das grosserias já famosas da Anna Wintour.

* Adoro quando ela conta que se identificou quando o pai, que era um jornalista brilhante, contou que se aposentou cedo porque ele ficava muito bravo e nervoso no trabalho. Parece uma tentativa de se redimir de ser tão difícil e dura. Mas só parece.

* Outra cena legal é quando alguém da revista fala que ela realmente não é acessível, mas que ela é Anna Wintour, não precisa ser acessível. Realmente, a única pessoa não famosa que fala com ela durante o filme fora poucos funcionários diretos da Vogue é a filha dela (que até já é um pouco famosa).

* O mais louco pra mim é imaginar que ela pode, talvez, NÃO ter controlado e manipulado completamente a edição desse documentário. Dá pra imaginar Anna Wintour sendo filmada e mostrada sem sua própria aprovação e controle total? Difícil. Mas é isso que ela e o diretor falam aqui:

* O filme começa com Anna explicando que quem critíca a moda é porque fica inseguro e tem medo desse mundo. Eu adoro. Mas tenho medo dela.

Sunday, February 28, 2010

Paper Heart e o Amor

* Paper Heart é a história é de uma menina, Charlyne, que nunca amou ninguém, não acredita em amor e sai pelos EUA entrevistando pessoas a casais e fazendo um documentário sobre o que é o amor pra cada um. Ela conhece o Michael no meio da história e aí ....a gente já sabe.

* É mais um filme "quero ser indie"- romântico -nerd- bonitinho com Michael Cera fazendo papel dele próprio, dessa vez literalmente. E com casais que tocam e fazem músicas. Bem "Nick and Norah" e "Juno", mas sem protagonistas bonitos nem charmosos. (E não me venham falar que o Michael Cera é bonitinho pq NÃO é. Ele é super bacana, eu queria ser amiga dele, mas só).
Engraçado porque não é comum a gente ficar torcendo por um casal é indie, descabelado e feio.

* Entre as entrevistas feitas pela Charlyne, uma mulher fala que amor é "when the whole world looks better".
Uma criança fala que é quando as pessoas querem se beijar, abraçar e ficar juntas. Essa sequência das crianças no playground é minha preferida:


* Outra cena que eu gosto é quando a Charlyne, que sempre andou com meninos, fala que gosta do Michael, mas não quer ser "A namorada" porque ela sempre foi bacana demais pra isso:
"i wanna be his girlfriend but i dont want to be THE girlfriend. Nobody remember the girlfriend. I am one of the dudes".

* E por último, Paper Heart vale pelas cenas das histórias de amor dos entrevistados. As histórias passadas são narradas e ilustradas com bonequinhos, fantoches, recortes de papel, barbantes. Bem caseiro, caprichado, infantil, meio bobo. Bem cara de amor.

Eu quero e preciso agora



Essa é a linha de camisetas mais linda do mundo. São camisetas estilo de bandas, mas com estilistas no lugar das bandas. Ela foi criada por pela dupla que designers SANDBERG & TIMONEN, que faz trabalhos super legais de moda e música (um conhecidinho é a capa do álbum da Likke Ly).

As camisetas fazem parte de uma exposição em Paris, que acabou hoje (28).
Mais infos e como comprar aqui. Parte da renda das vendas vai para o Haiti. Só por isso eu quero comprar a da Miuccia Prada.
UPDATE: Encomendei por email. Parece que a camiseta custa 50 Euros (ouch) e o pagamento é via paypal.

Friday, February 26, 2010

Eu quero




O documentário "Under Great White Northern Lights" do White Stripes- sobre a tour no Canadá, que inclui todos os shows que eles fizeram nos lugares mais estranhos- estréia dia 16 de março.


* O box set - com 2 DVDs, CD ao vivo, vinyl, livro de 200 páginas com fotos da tour, poster já está disponível pra pré-venda no site. Não para o Brasil, mas dá pra pedir para entregar nos EUA, aqui . Ou na amazon aqui .

* Quem acha o box lindo mas US$229 caro demais, assim como yo, dá pra comprar só o DVD por US$17 aqui.

(Mas só por desencargo, eu pedi um orçamento de encomenda do box todo na Livraria Cultura e quando eles me passarem o preço eu aviso aqui.)

Wednesday, February 24, 2010

Post de Gordinha

Café da manhã do Alcino
* Eu tenho várias crises para decidir se o mais legal da Chapada Diamantina é a natureza linda e as trilhas de sonho ou a pousada perfeita que sempre fico lá.
* A Estalagem do Alcino fica logo na entrada de Lençois, numa casa amarela estilo colonial linda. Os quartos são arrumados com o maior capricho, com móveis antigos e camonas gostosas.
Mas nada chega aos pés do café da manhã que o próprio Alcino serve, todo dia diferente do anterior, em uma mesa comunitária para os hóspedes.

* O café da manhã tem todo um processo. Os pratos chegam na mesa aos poucos. Primeiro as 1.000 frutas incríveis, os sucos, depois os cremes (papaya, banana, iogurte com goiabada, mingau de chocolate...) e por aí vai.
Tem uma ordem, sem pressa, para ir abrindo seu paladar e tudo ser muito bem degustado.
As porções são bem pequenininhas para não esfriar, e o Alcino vai trazendo mais tortinhas, panquequinhas, cheesecakes, pães caseiros, bolinhos recheados,....fora as dezenas de geléias caseiras de umbu, cajá, tamarindo, romã, peanut butter, jabuticaba... que ficam na mesa

Café da manhã do Alcino
* Não dá pra descrever o café da manhã do Alcino sem usar muitas reticências ou "etceteras", de tantas variedades e surpresas que cada dia ele põe na mesa.
Também não dá não pra sentir falta daquela sensação única na vida, de acordar cedo com o cheiro que sái da cozinha e sair correndo da cama, feliz, sabendo que vai ter surpresa na mesa e papo bom com o Alcino.

Obs: Clicando nas fotos dá pra ler o que é cada coisa na mesa

Thursday, February 18, 2010

Field of Dreams

I saw this necklace at Free People yesterday and decided I could buy it later, went home.

Then I woke up at 3am, thinking about it.



Ironically, this beauty is called the "Field of Dreams Necklace".

Love.

Wednesday, February 17, 2010

Pill Therapy

If you're my friend and ever come pay me a visit in Boston, there's one thing you can be sure of: I will take you to my favorite party on Earth: The Pill, every Friday at Great Scott (unless of course, Westgate is playing the same night, for which I would have no excuses to miss).

Here are two videos I accidentally found on YouTube about three years ago. The History of The Pill, filled with funny stories, curious facts, good BritPop (including some Dandy Warhols bashing, yeah!), and pure Boston nostalgia. Good stuff.





Long live Le Pill, looking sharp! <3

Thursday, February 11, 2010

Mantra


We thank you Kate for today's source of inspiration towards this summer's bathing suits. And don't worry, anorexia won't work here.

Love,
TWM

Monday, February 08, 2010

Eu quero ser Alison Mosshart

Eu já achava a Alison Mosshart legal quando conheci The Kills.
Mas desde que ela começou a tocar no Dead Weather com o Jack White, eu comecei a achar ela a menina mais linda, bem vestida, com o melhor cabelo e mais sortuda do mundo.
E nem precisava mas ela canta bem e fica incrível nos shows também.
( a ser confirmado pessoalmente no Coachella)


No chão com Jack White
----------------------------------
Com a bota do Hedi Slimane que ela não tira e já falou que tem 3 pares dourados mais uns de outras cores.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Eu nem ligaria de ficar vesga com essa franja l-i-n-da
-----------------------------------------------------------------------

Oi, eu sou amiga da Kate Moss também