Sunday, September 26, 2010

Band of Horses @ Greek Theater (L.A)



Obs: O Greek Theater fica em um morro, em cima do bairro lindo Los Feliz. É um teatro aberto lindo cercado de árvores gigantes. E para chegar lá o melhor caminho e subindo a N Vermond Ave, que é cheia de restarantes, brechós e tem a livraria mais legal de L.A (Skyline).

Tuesday, September 21, 2010

Cookie Forever


O Rodrigo, meu amigo que me faz engordar uns 2 kilos POR DIA que passo com ele em NY, me levou pra comer o melhor cookie do mundo, da Levain. E ele tem razão. É o melhor do mundo mesmo. A Levain é uma portinha, bem pequena por dentro. Fica uma muvuca.

O segredo é pedir quentinho, saído do forno, porque aí o recheio vem derretendo.
O Rodrigo e a Dani comeram o Chocolate Chip Walnut. E eu comi essa 8a maravilha do mundo, de dark chocolate com Peanut Butter. E MORRI.

NY bombação fofa


Ruas preferidas com milhares de lugares pra andar, beber, comer, ouvir música, tomar sorvete, ver gente bonita, etc etc a noite em Manhatan: Bleecker e Cornelia St.

Restaurante fofo: Cornelia Cafe.

Wednesday, September 08, 2010

Top TV da infância

Setembro é a época em que começam as novas temporadas das séries na TV americana. Por isso nesse mês saem edições de revistas especiais "TV issue", como a Rolling Stone. A Nylon chamou algumas pessoas para contarem quais os momentos mais inesquecíveis da TV na vida delas.
Eu fiquei relembrando e elegi os meus momentos e fases. Meio por ordem alfabética, começando pela minha infância.

1- Programas infantis

Teve o Bambalalão, que eu gostava muito. Com a Gigi e a Silvana.
Depois o Atchim e Espirro, que dava pra ir até, e eu tive umas amiguinhas que foram e sempre fui meio frustrada por não ter ido.
Mas aí veio o Balão Mágico, que mudou tudo. Eu queria muito ser a Simony (passou depois graças a Deus), tinha uma queda pelo Mike, e achava muito muito foda eles serem amigos de uma turma tão eclética como Fabio Jr, Fofão, Roberto Carlos, Baby Consuelo, extraterrestres e tal.


Eu lembro muito do desenho do Godzilla, talvez porque eu tinha um pouco de medo.
Depois veio Xuxa e Paquitas e Mara Maravilha que era tosquinha mas eu gostava porque ela era de SP e as paquitas dela pelo menos não eram tão loiras e perfeitas. Eu me identificava um pouco mais.


2- Clip Trip/ Rock in Rio
Foi o 1o programa de clipe que eu vi na vida. Passava Jump do Van Halen todo dia e ACDC.



Foi meio na época do 1o Rock in Rio. Eu era bem pequena, amava os cabelos do B 52's, achava que o Fred Mercury parecia meu pai pq os 2 tinham um bigode parecido. Mas quem me encantava mesmo era a Nina Haagen. Eu achava ela louca e linda porque ela tinha cabelo rosa. Pensando hoje, a Nina Haagen foi a Mari Moon da minha infância.



Como eu sou esperta desde pequena, descobri que o rei também era fã da Nina Haagen viu?



3- Armação Ilimitada
Juntaram os homens mais gatos do mundo- Bacana, Juba e Lula- vida de surfista, uma casa incrível, as meninas mais legais Zelda e a amiga dela e uns roteiros incrivelmente espertos. Eu lembro de esperar TENSA pelo dia de um episódio novo.


E como era legal a maneira como eles mostravam as relações e as pessoas diferentes do padrão.
A Zelda namorava o Juba e o Lula ao mesmo tempo! E TUDO BEM.
Os dois eram loucos por ela porque ela era linda e inteligente sem ser o estereótipo de menina do Rio.
A Ronalda era gordinha, sexy, feliz e foi mãe solteira. De um ET.
O Juba e o Lula adotaram um menino. Todo mundo era feliz. E a história era narrada pela rádio!

OLHA O COMEÇO DESSE VIDEO POR FAVOR


Engraçado perceber que pra sempre meus programas preferidos de Tv seguiram mais ou menos esse padrão infantil. Sempre uma menina que eu queria ser, um menino que eu queria namorar, um lugar ou uma história meio louca que eu nunca ia viver mas achava legal.

(Continua com os programas da minha adolescência)