Thursday, December 17, 2009

Little, My Melody, Tuxedosam & amigos


Enquanto eu segurava meu lencinho da Hello Kitty com a mão que tinha um band aid também da Hello, meu amigo perguntou "Pq vc gosta tanto assim dessa Hello Kitty?".
Aí eu respondi que eu nem gosto tanto. É que a maior parte das coisas que eu compro são infantis, e ela é o personagem que mais tem coisas.

Na minha infância a maior diversão entre meninas era colecionar e trocar lápis, borrachinhas, adesivos e principalmente papéis-de-carta. A gente competia pra ver quem tinha a gaveta maior de "coisinhas", o estojo mais bacana pra levar pra aula e a pasta mais grossa de papel de carta. A gente recheava as coleções quando alguém viajava pra fora. E só no shopping Morumbi tinha uma lojinha que vendia algumas dessas coisinhas. O programa de fim de semana era a tchurma se encontrar e fazer as trocas, todo mundo na casa de alguém.

As trocas eram momentos de treinar o espirito de negociação, o blefe, a frieza. As vezes rolava uns estresses. Nunca vou esquecer o dia que Mariana apareceu na minha casa falando que a mãe dela tinha mandado ela destrocar um adesivinho que eu tinha convencido ela a trocar comigo. Aquilo era a apelação proibida. Mas como ela era mais nova eu tive que respeitar e destrocar.

Nesse mundo a mega corporation japa Sanrio tinha o monopólio dos nossos corações. E meus personagens preferidos sempre foram esses:

- Tuxedosam: o pinguim gordinho azul, que tem outros amiguinhos da mesma espécie e cor de pele.
----------------------- livrinhos de adesivos que eram disputados a tapa --------------------------


Eu tinha esse porta- moeda- pulseira:

- Little Twin Stars: são 2 anjinhos que eu achava que eram namorados, mas obviamente são irmãos. E eles voam em cima de uma estrela que serve de tipo tapete do Alladin.
----------------------------------------------- estojinho tíiiipico dos Little ---------------------------------------


Hoje já acho eles meio puros demais. Mas ainda queria muito essa camiseta que achei online:
Eu não sei se essa geração de meninas ainda coleciona coisinhas e se troca papel de carta. Minha pasta de papel de carta está guardada até hoje, como uma das coisas mais valiosas da minha infância e nenhuma priminha minha deu muita bola até hoje. Quando eu tiver filha eu vou obrigar ela a gostar. (se eu tiver filho homem acho que vou deixar ele gay)

Quem quiser escolher seu personagem preferido da Sanrio, eles estão aqui.

4 comments:

Mazzola said...

Sis, vc sempre abusando da minha pequena pessoa! Se eu estou no caminho do alcool e das drogas hj é por culpa exclusiva sua ;-) Minha sugestão pra Sanrio é lançar uma linha de seda para bolar cigarrinhos: com a carinha dos personagens e cheirinho de morango.

Flávia Durante said...

ferrr, vc fazia bullying com a mariana? hahahaha

tb guardo minha pasta de papéis de carta até hj! ;~~

Ferr said...

não, a Mariana PEDIA pra ser zoada. Mas eu ajudei muito ela na parte boa do amadurecimento etc.
Fra, VAMO TROCAR ENTÃO?? Eu tenho adesivinho também.

Luh Luh said...

Adorei o post e fez lembrar da infância... tão boa!!! Vcs passavam os papéis de carta com ferro, pra dar uma desamassada??? heheheh... jah fiz mto isso... Hj em dia as crianças são um pouco 'chatas' demais... nao querem mais saber de brincadeiras, de colecionar coisas fofas... soh computador e brinquedos que brincam sozinhos... isso eh tão triste!!! Quero que meu filho seja uma criança como eu, com mts amiguinhos, bricadeiras na rua e os machucados hehehe

BjOoO